Os empréstimos comerciais ao setor privado em Timor-Leste caíram 2% no ano passado, após o aumento “incomum” de 25% em 2017, possivelmente devido a linhas de crédito por atrasos em pagamentos do Estado, segundo o Banco Mundial.

O relatório económico do Banco Mundial, publicado hoje, nota que os níveis de crédito “cresceram de forma constante ao longo de 2017, mas caíram acentuadamente no primeiro trimestre de 2018”.

Um comportamento que, segundo a instituição, traduz em 2017 uma “resposta a atrasos nos pagamentos que afetam setores económicos dependentes de contratos do governo (como a construção)”.

Publicidade