Desenvolvimento sustentável

A Opinião de Edinaldo Marques

0
Edinaldo Marques, Professor, Consultor e Palestrante

Este é um tema bastante discutido nos dias atuais. Por desenvolvimento sustentável entende-se um modelo económico, político, cultural e ambiental equilibrado capaz de suprir as necessidades das gerações atuais, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.

Mas o que é preciso ser feito para que o desenvolvimento sustentável seja alcançado?

Para isto é necessário, primeiro, planejar e ter mente que os recursos naturais são finitos. Segundo, adotar um processo capaz de tornar o desenvolvimento realmente sustentável.

Esse processo deve abranger os quatro níveis da eficácia: pessoal, interpessoal, gerencial e organizacional. Isto irá permitir confiabilidade, confiança, delegação de poder e alinhamento, fatores essenciais para que resultados sustentáveis sejam alcançados.

Se o que se pretende é a sustentabilidade, tem-se que envolver todos os atores: sociedade, órgãos públicos, empresas privadas, organizações não governamentais e a comunidade científica e tecnológica.

A execução das tarefas que levam a um desenvolvimento sustentável deve ser precedida de conscientização e treinamento. Quanto mais atributos de liderança eficaz forem incorporados ou desenvolvidos pelos atores do processo, maiores as chances de sucesso de um determinado projeto.

Alguns pontos a serem focados no processo são os seguintes: combate à pobreza, geração de empregos e renda, mudança dos padrões de consumo, habitação adequada, integração entre meio ambiente e desenvolvimento na tomada de decisões, proteção da atmosfera, abordagem integrada do planeamento e da gestão dos recursos terrestres, combate ao desflorestamento, manejo de ecossistemas frágeis – luta contra a desertificação e a seca, promoção do desenvolvimento rural e agrícola, conservação da diversidade biológica, manejo ambientalmente saudável dos resíduos sólidos e questões relacionadas com os esgotos, fortalecimento do papel dos agricultores, transferência de tecnologia ambientalmente saudável, cooperação e fortalecimento institucional.

 

Publicidade