O homem, de 43 anos, foi detido na passada segunda-feira e é suspeito da “prática, reiterada, de crimes de agressão sexual com penetração, agravado contra à filha, que, à data dos factos, contava com 11 anos”.

“Presume-se que o suspeito aproveitava a ausência da companheira para, sob ameaça de morte, obrigar a menor a manter relações sexuais com ele, em número incontável de vezes”, segundo o comunicado da PJ.

Presente na terça-feira às autoridades judiciárias competentes, o indivíduo ficou em prisão preventiva.

Na quarta-feira, em São Vicente, a PJ deteve um homem, de 26 anos, suspeito da prática de crimes de abuso sexual de criança na sua forma agravada.

Publicidade