Foi na passada sexta-feira, 29, no palco da Casa 70, que Don Kikas e Walter Ananaz, ambos cantores de 45 anos de idade, e com um longo percurso no mundo da música, deram vida a aquele que consideraram ser “um dos melhores e mais animados concertos de toda da sua carreira”.

Para surpresa dos anfitriões e do público, a produção (Zona Jovem), reservou para o concerto um momento de reconhecimento a todo o trabalho do astro Dualy Jair, o que ficou marcado por muita emoção, boa música e um belo troféu.

De referir que Dualy Jair, que é uma das mais consagradas vozes da nossa música, pertenceu ao conjunto Os Gambozinos, grupo que em 1973 conquistou o prémio de “Melhores Vozes da Música Angolana em Portugal”.

Foi então que, após a homenagem ao ícone da música, e sem pensar duas vezes, Don Kikas aproveitou o momento para pedir mais respeito ao trabalho dos grandes “monstros” do music-hall nacional.

“Vamos valorizar mais os nossos kotas. Até porque os putos revêm-se nos kotas… Imagina um menino de 10 anos que queira brilhar na música, o que será do sonho dele após analisar este cenário? Temos de ser os primeiros a valorizar e estimar o que é nosso, vamos respeitar o legado, se faz favor. Bonga, Waldemar Bastos, Carlos Burity e Dualy Jair são bons até na lua.”, rematou.

De realçar que depois de Don Kikas e Walter Ananaz, Pérola e Yola Semedo são as próximas estrelas confirmadas a brilhar em mais um “Duetos N’Avenida”.

Publicidade