Manuel António Tiago Dias, que falava na cerimónia de abertura do 10.º Encontro de Estatística dos Bancos Centrais dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), admitiu que, devido a essa queda, desde meados de 2014, Angola atravessa uma situação “difícil”.

O vice-governador do BNA, porém, salientou que, na sequência de um conjunto de políticas e medidas adotadas pelo Executivo, Angola está a viver uma fase de estabilização.

Publicidade