Os nove economistas contactados regularmente pela agência de informação financeira Bloomberg agravaram a previsão de recessão deste ano para Angola, de 0,2% para 0,6%, descendo também a previsão de crescimento em 2020, para 1,3%.

De acordo com os analistas, Angola enfrentará uma nova recessão, este ano, de 0,6%, saindo dos crescimentos económicos dos últimos quatro anos em 2020, com uma expansão de 1,3%, que foi revista em baixa este mês.

Relativamente ao aumento dos preços, os nove economistas contactados pela Bloomberg também reviram em baixa a previsão de inflação, que está agora nos 16,5% face aos 17,4% esperados no mês passado.

Para 2020 a previsão aponta para uma inflação de 14,9%, que compara com os 4% previstos em outubro.

Publicidade