Escritor falou com o ‘Nexo’ sobre seu novo romance, criação literária, memória e o conservadorismo no Brasil – na ditadura e hoje.

 

O Livro: ‘A Noite da Espera’

Descrição

Milton Hatoum – A Noite da Espera, volume 1 da trilogia O Lugar Mais Sombrio – 240 Páginas – Editora Companhia das Letras – Lançamento: 27/10/2017 (Leia aqui um trecho disponibilizado pela Editora).

Ótima notícia para a literatura nacional, Milton Hatoum voltou a publicar e com nada menos do que uma trilogia! Nove anos depois do último livro,“Órfãos do Eldorado”, o escritor amazonense muda o foco para as cidades de São Paulo, Brasília e Paris em um clássico romance de formação com início nos anos sessenta, durante os Anos de Chumbo do governo militar.

Este primeiro volume apresenta uma narrativa fragmentada, alternando trechos de diários e cartas do jovem protagonista Martim que, aos dezasseis anos, deixa São Paulo juntamente com o pai para iniciar uma vida nova em Brasília, depois de uma ruptura traumática do casamento. Martim relembra o seu passado alguns anos depois, já morando em Paris, nos anos setenta, transcrevendo trechos de suas memórias nos períodos de colégio e universidade em Brasília, o aprendizado cultural, político e amoroso, a convivência com um grupo de amigos estudantes de teatro e a criação coletiva de uma revista chamada Tribo, as impressões diante de uma cidade que parece não ter sido projetada pensando em pessoas e na qual, como escreveu Clarice Lispector,  “não há por onde entrar, nem há por onde sair”. O trecho abaixo demonstra bem o espanto do jovem Martim diante da nossa capital recém-inaugurada.

Publicidade