Chefe da diplomacia portuguesa fala à ONU News sobre a participação de seu país na Assembleia Geral. Santos Silva disse que Portugal está de portas abertas para até 10 mil refugiados dobrando sua cota inicial e acordada com a União Europeia de reassentar 5 mil candidatos a asilo.

O ministro comentou ainda a ampliação de Portugal em operações de paz com destaque para o Afeganistão, falou sobre a importância de uma resolução da crise na Guiné-Bissau até por uma questão de segurança no Golfo da Guiné e lembrou o destaque da língua portuguesa em organizações internacionais incluindo as Nações Unidas.

Santos Silva ressaltou o discurso do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, de que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa está empenhada em fazer do português língua oficial em organismos internacionais incluindo a própria ONU.

Acompanhe a conversa com Monica Grayley.

Publicidade