A formação masculina brasileira, estreante e única representante entre os países lusófonos, vai competir com as equipas de Macau, China, Hong Kong, Taiwan, Malásia, Filipinas, Vietname, Indonésia e Myanmar.

“Os padrões continuam a aumentar, mais categorias foram adicionadas e vamos adotar um novo sistema de pontuação”, disse o diretor executivo do grupo hoteleiro e operador de jogo, Grant Bowie, grupo que organiza este evento internacional no território desde 2010, que este ano se realiza entre 10 e 11 de novembro.

A competição feminina conta com a presença dos Estados Unidos, Austrália, Tawain, China, Singapura, Filipinas, Indonésia, entre outras.

A conferência de imprensa de apresentação do Campeonato de Dança do Dragão 2018 decorreu no MGM Cotai e contou com várias demonstrações de dança do dragão, ficando marcada pela cerimónia de entrega de um certificado a 70 crianças, dos cinco aos oito anos, por terem concluído um curso de dança do dragão para crianças.

Publicidade