O bloco governamental de esquerda e a Aliança de centro-direita, na oposição, obtiveram hoje um resultado idêntico nas legislativas suecas, onde a extrema-direita Democratas da Suécia (SD) se converteu numa decisiva terceira força.

Quando estavam escrutinados 95% dos votos, o conjunto das forças de esquerda estava creditada com 40,6%, face aos 40,3% da Aliança, ambos com 143 lugares no parlamento, segundo a autoridade eleitoral da Suécia. A extrema-direita, com cerca de 18% dos votos, garantirá 63 deputados, num complexo cenário político pós-eleitoral.

Publicidade