O excedente das administrações públicas fixou-se em 2.542 milhões de euros até setembro, representando uma melhoria de 1.231 milhões de euros face ao mesmo período de 2018, com a receita a crescer 4,8%, informou hoje o Ministério das Finanças.

Num comunicado que antecede publicação da síntese de execução orçamental, que será publicada hoje pela Direção-Geral do Orçamento (DGO), o Ministério das Finanças indica que “a execução orçamental em contabilidade pública das Administrações Públicas (AP) até setembro registou um saldo de 2.542 milhões de euros, no momento anterior ao pagamento do subsídio de Natal dos funcionários públicos e pensionistas”.

As Finanças explicam que esta evolução reflete uma melhoria de 1.231 milhões de euros face ao mesmo período de 2018, “em resultado de um crescimento da receita de 4,8% e da despesa de 2,9%”.

Publicidade