Paulo Portas foi líder do partido durante 18 anos, de 1998 a 2005 e de 2007 a 2016, e quando abandonou o cargo, afastou-se da vida partidária, embora tenha prometido participar em campanhas eleitorais.

Além de Portas, que foi ministro da Defesa, dos Negócios Estrangeiros e vice-primeiro-ministro em governos PSD/CDS, também vão entrar na campanha vários ex-governantes centristas como António Pires de Lima, que já hoje esteve em Cascais, Adolfo Mesquita Nunes, até há semanas vice-presidente do partido, e o deputado Telmo Correia, acrescentou a mesma fonte.

Nuno Magalhães, líder parlamentar do CDS-PP, também vai participar em ações de campanha eleitoral no distrito pelo qual é eleito, Setúbal.

A campanha eleitoral oficial para as europeias de 26 de maio em Portugal decorre entre 13 e 24 de maio e às eleições apresentam-se 17 candidaturas, entre partidos e coligações. Portugal elege 21 deputados ao Parlamento Europeu.

Publicidade