Os Estados participantes no Fórum dos Países Exportadores de Gás (GECF, na sigla inglesa) reforçaram hoje a importância da manutenção da soberania sobre os recursos na Declaração de Malabo, que resultou do encontro acolhido na capital da Guiné Equatorial.

O documento resulta dos trabalhos realizados durante a semana e, de acordo com a organização, reafirma, entre outros, “a importância da retenção dos direitos soberanos dos Estados-membros sobre os recursos naturais de gás” e a necessidade de “assegurar uma transição energética e cumprir os objetivos de desenvolvimento sustentável”.

A declaração publicada na quinta edição deste fórum abrange ainda pontos como a atração de investimento nos projetos e infraestruturas de gás, a coordenação dos Estados-membros e o estabelecimento de “mecanismos de fixação de preços”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here