Em Tomar, Reinaldo Garcia assinou o golo da vitória do FC Porto, no último minuto do prolongamento, aos 59, assegurando o terceiro troféu consecutivo para os ‘dragões’.

No tempo regulamentar, os ‘azuis e brancos’ adiantaram-se, com golos de Gonçalo Alves, aos 21 minutos, e Hélder Nunes, aos 23, mas, na segunda parte, Diogo Fernandes, aos 32, e Ruben Pereira, aos 46, empataram para o Valongo, que se estreou no encontro decisivo.

O FC Porto confirmou o estatuto de clube mais vitorioso na prova, ao somar 17 troféus, mais dois do que o Benfica.

Publicidade