Trata-se da 27.ª edição do Festival da Gamboa, que inicialmente contava com a participação de MC Tranka Fulha, nomeadamente para o Gamboa Jovem, mas que foi afastado pela organização, para dar lugar ao vencedor do Festival de Novos Talentos.

Para o Gamboa Jovem estão previstos nomes como Romeu di Lurdes, Trakinuz, Ras Jahknow, Zé Espanhol e Hélio Batalha.

Após críticas nas redes sociais à participação do MC Tranca Fulha, a Câmara Municipal da Praia, que promove o evento, anunciou a sua saída do cartaz, o que também levou a críticas no sentido oposto, igualmente divulgadas nas redes sociais.

Citado pela agência de notícias cabo-verdiana, Inforpress, o vereador da Cultura, António Lopes da Silva, disse que o nome de MC Tranka Fulha foi proposto por alguém da organização e inicialmente entendido como “interessante”, por ter muita audiência.

A autarquia terá depois optado por “outros grupos prioritários”, deixando de fora MC Tranka Fulha, cujas músicas “não têm mensagens”, disse António Lopes da Silva.

“Todos os anos temos um grupo do Festival de Novos Talentos que é realizado no início de janeiro e há 10 anos que incluímos o vencedor na Gamboa Jovem. Este ano, a organização esqueceu-se deste grupo e quando vimos essa situação tivemos que eliminar alguém e retirámos aquele com a qual não temos contrato”, alegou o vereador, citado pela Inforpress.

Segundo o agente do MC Tranka Fulha, Devis Carvalho, o artista ficou “indignado” com a posição da edilidade.

O artista encontrava-se a realizar vários espetáculos em palcos europeus quando soube da notícia e ficou “triste” com o sucedido, prosseguiu Devis Carvalho, em declarações à Inforpress.

A 27.ª edição deste Festival, que se realiza entre sexta-feira e domingo, homenageia a morna.

Publicidade