O investidor nigeriano, fundador da Fundação Tony Elumelu (TEF), está em Cabo Verde desde quinta-feira, para o I Fórum Nacional da Juventude, que decorre até sábado na ilha de São Vicente, numa parceria do Governo com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Na quinta-feira, durante o fórum e depois de se reunir com o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, Tony Elumelu desafiou os jovens empresários cabo-verdianos a dedicarem-se ao empreendedorismo, tirando partido das opções que Cabo Verde está a preconizar.

“O primeiro-ministro falou comigo sobre o incentivo fiscal que estão implementando. Falou sobre a abertura que o país tem para o turismo, transporte aéreo e o compromisso com os empreendedores, garantindo que os interessados na agricultura, TIC [Tecnologias de Informação e Comunicação] e outras áreas sejam apoiados para alcançar o sucesso”, disse.

“Falou também sobre como criar a oportunidade reunir os empreendedores e ver como a Fundação Tony Elumelu pode apoiar. É o que esperamos dos nossos líderes africanos: que eles saibam que o futuro da África está realmente em suas mãos”, afirmou Elumelu.

O movimento de empreendedorismo liderado pela Fundação Tony Elumelu tem vindo a receber a atenção do setor público africano, catalisando o desenvolvimento da economia africana. O objetivo é alavancar a população jovem para criar empregos, receitas e erradicar a pobreza no continente.

Até ao momento, a fundação TEF já formou 7.531 empreendedores em todos os 54 países africanos, 19 dos quais oriundos de Cabo Verde.

Publicidade