A diretora executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, anunciou hoje em Washington que já garantiu 343 milhões de dólares para ajudar a Somália ao abrigo do Programa para as Nações Pobres Altamente Endividadas.

“O marco financeiro de hoje abre uma oportunidade histórica para a Somália avançar para um abrangente programa de alívio de dívida por parte do FMI e da comunidade internacional”, disse a responsável, citada num comunicado disponível na página do FMI.

No documento, explica-se que mais de 100 Estados membros do Fundo concordaram com o programa que está a ser proposto e acrescenta-se que depois de todos os compromissos estarem finalizados, será iniciado um processo de eliminação de dívidas atrasadas ao Fundo e um novo financiamento do FMI ficará disponível para apoiar a Somália.

Publicidade