O LFF, uma rede que pretende apoiar a divulgação da produção cinematográfica dos oito países de expressão portuguesa e Macau, começou em Nairobi, tendo-se expandido para as cidades de Zanzibar, Bangkok, Sydney, Phnom Penh, Macau, Delhi e Goa, Genebra, Cox´s Bazar, Pemba e Díli.

No próximo fim de semana o programa inclui a apresentação das curtas “A Requília”, de Renata Diniz (Brasil), e “Domingo Tropical” de Fabian Ribezzo (Moçambique), sendo ainda exibido o filme “O Espinho da Rosa” de Filipe Henriques, produzido em 2013 na Guiné-Bissau.

Duas das seis edições do LFF serão dedicadas a filme de animação.

A mostra inclui filmes de Timor-Leste, como “Guerra de Beatriz”, de Bety Reis e Luigi Acquisto”, e “Uma Lulik” ou “Tara Bandu” do realizador timorense Victor de Sousa.

Publicidade