Os ministros dos Negócios Estrangeiros do grupos das 20 nações mais industrializadas (G20) comprometeram-se hoje em impulsionar a reforma da Organização Mundial de Comércio (OMC), nomeadamente sobre a resolução de disputas comerciais entre Estados.

De acordo com o ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, que termina a presidência rotativa da OMC e a entrega à Arábia Saudita, a organização “partilha da opinião de que a OMC devia ser reformada para poder abordar vários problemas atuais”, entre os quais salientou, segundo a agência de notícias espanhola Efe, os mecanismos para resolver as disputas comerciais.

Na conferência de imprensa que assinala o final do encontro entre os responsáveis da diplomacia destes 20 países, marcada pela guerra comercial entre os Estados Unidos da América e a China, Toshimitsu Motegi disse ainda que se está a perder a confiança global no multilateralismo, e que essa é mais uma razão para fortalecer a OMC neste âmbito.

O G20 é um fórum de debate impulsionado originalmente pelos responsáveis das finanças e dos bancos centrais, reúne os países mais ricos do planeta e as principais economias emergentes.

Publicidade