O Governo moçambicano aprovou hoje o plano governativo dos primeiros 100 dias, um instrumento que elenca ações prioritárias enquanto são finalizados os programas de governação, anunciou a porta-voz do Conselho de Ministros.

Trata-se de “um instrumento operacional de ação governativa, transitório, que visa orientar as ações do Governo para as intervenções de maior impacto na vida da população”, disse Helena Khida, em conferência de imprensa, no final da reunião do órgão executivo.

O novo Governo liderado pelo Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, foi empossado há 10 dias, decorrendo a elaboração do programa quinquenal de governação, bem como do Plano Económico e Social e respetivo Orçamento do Estado para 2020.

Publicidade