O encontro, subordinado ao lema: “Moçambique e União Europeia: Por um Diálogo Político no contexto dos Novos Desafios e Oportunidades de Investimento”, será dirigido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros de Moçambique, José Pacheco, na presença do embaixador da União Europeia em Moçambique, Antonio Sanchez-Benedito Gaspar.

“No diálogo Político, as delegações vão passar em revista a cooperação bilateral, trocar impressões sobre a situação política, económica e social de Moçambique e da UE, bem como sobre assuntos regionais e internacionais de interesse mútuo”, acrescenta o documento.

A União Europeia é um dos principais parceiros de Moçambique, com apoios em diversas áreas básicas do país.

Em fevereiro, a União Europeia e o Governo de Moçambique anunciaram que vão lançar um projeto de apoio ao comércio e desenvolvimento do país, designado Promove Comércio, orçado em 12 milhões de euros.

Em abril, a União Europeia anunciou uma ajuda de dois milhões de euros às vítimas do ciclone Idai, que atingiu o centro de Moçambique em março, provocando a morte de 604 pessoas e afetando 1,8 milhões de pessoas.

Publicidade