“Não haverá pesca, venda e transporte de camarão durante este período”, declarou Maurício Maússe, do Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas, citado hoje pelo diário O País.

Para assegurar o cumprimento da decisão, as autoridades pesqueiras vão reforçar a fiscalização e atividades inspetivas, impondo medidas punitivas aos infratores.

A pesca de camarão em Moçambique é uma das atividades piscatórias mais lucrativas para o país, devido ao elevado valor comercial desta espécie.

As pescarias rendem a Moçambique entre 70 a 100 milhões de euros por ano.

Portugal e Espanha compram 82% do camarão pescado nas águas moçambicanas.

Publicidade