O Ministério da Educação timorense deliberou encerrar todas as escolas do país a partir de segunda-feira e pelo menos durante uma semana, com a decisão a poder ser ampliada, disse à Lusa a ministra da tutela.

“Vamos fechar todas as escolas desde o ensino pré-escolar até ao secundário e técnico vocacional até ao final da semana e depois, revemos o progresso da situação. Uma decisão mais ampla depende do Conselho de Ministros”, disse Dulce Soares em declarações à Lusa.

“Faremos isso em todos os níveis. No total são mais de 300 mil crianças em todo o país”, disse, Soares explicando que o “feriado extraordinário” se aplica às escolas públicas e privadas.

Dulce Soares sublinhou que uma decisão de sobre o ensino superior caberá ao ministro da tutela.

Recorde-se que a Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) decidiu já encerrar nas próximas semanas as aulas presenciais, passando para ensino à distância.

A ministra da Educação, Juventude e Desporto disse que nas últimas semanas foram feitas campanhas de socialização nas escolas do país, como parte das medidas preventivas relacionadas com a Covid-19.

Num comunicado, o Ministério da Educação Juventude e Desporto pede que sejam reforçadas as medidas de higiene e de prevenção para evitar o contágio de Covid-19.

Pede ainda às famílias que se mantenham ativas, aproveitando o tempo em família ao máximo.

Timor-Leste tem até ao momento um caso confirmado de Covid-19.

Publicidade