A reunião de ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G20, grupo das 20 maiores economias do mundo, começa neste final de semana, em Buenos Aires, Argentina. O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, viajam hoje (20) à tarde para o país vizinho.

Hoje, a agenda da reunião prevê encontros do segundo escalão dos ministérios e autoridades monetárias, como preparação para os debates no final de semana com os titulares das pastas. O tema principal é o futuro do mercado de trabalho e a infraestrutura para o desenvolvimento, tema prioritário definido pela presidência argentina do G20 2018. Também serão abordados temas como crescimento mundial, o sistema fiscal internacional e a inclusão financeira.

O G20 representa el 85% da economia mundial (Produto Interno Bruto), dois terços da população do mundo e 75% do comércio internacional.

Os membros do G20 são: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Franca, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Coreia do Sul, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia, Reino Unido, Estados Unidos e a União Europeia.

A Argentina preside o G20 até o final deste ano, quando será realizada uma cúpula de chefes-de-governo e de estado em Buenos Aires.

Publicidade