De acordo com uma nota à imprensa do Ministério dos Transportes e Comunicações, a decisão saiu da 62ª Reunião do Comité de Ministros da área realizada no passado dia 27 , em Lomé (Togo).

A nota informa ainda que, para além dessa reunião da ASECNA , no encontro de Bissau serão tomadas, entre outras, as  decisões  de encorajar os Estados membros a aderirem o Projecto de Mercado Único dos Transportes Aéreos Africanos (MUTAA), a manutenção das taxas aeronáuticas em todos os países membros, bem como a aprovação do Quadro institucional da Comissão de Verificação de Segurança.

Ainda nessa reunião de Togo foi decidida  a integração dos aeroportos de São-Pedro, da Costa de Marfim e Mongo Moien, da Guiné Equatorial na lista dos Aeroportos Comunitários, a partir de Janeiro de 2019, e a provação do Processo Verbal da 61ª Reunião de Comité de Ministros tida em Antananarivo/Madagáscar ,em Julho de 2017.

A guiné-Bissau foi representada na reunião de Lomé, pelo ministro dos Transportes e Comunicações, Mamadu Jaquité, acompanhado do Presidente do Conselho de Administração da Agência da Aviação Civil da Guiné-Bissau .

O Togo preside actualmente  o Comité de Ministros da  Agência responsável para a Segurança à Navegação Aérea em África e Madagáscar, presidência que passará para Guiné-Bissau no próximo ,  após a realização da  63ª reunião que terá lugar em Bissau.

Publicidade