“Suspendemos a campanha durante o dia de hoje”, disse fonte do gabinete de Braima Camará, líder do Madem-G15, partido criado por um grupo de dissidentes do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

Segundo a mesma fonte, a campanha foi suspensa devido à morte do diretor regional da campanha de Bafatá, Sambu Iafá, num acidente de viação.

A Guiné-Bissau realiza eleições legislativas a 10 de março.

A campanha eleitoral, na qual participam 21 partidos políticos, decorre até 08 de março.

Publicidade