Um grupo de partidos, nomeadamente Aliança Socialista Guineense (ASG), Movimento Democrático Guineense (MDG), Partido Africano para Liberdade, Organização e Progresso (PALOP) e Partido dos Trabalhadores (PT) pediram hoje a exoneração do Primeiro-Ministro Artur Silva.

A exigência consta num comunicado de imprensa do referido grupo produzido no final de uma reunião de concertação em que foi analisada a actualidade política nacional.

Estes partidos pediram igualmente a dissolução de Assembleia Nacional Popular por não ter condições de fazer os seus trabalhos.

“É necessário que o Presidente da República tome em conta o sofrimento do povo guineense de modo a assumir as suas responsabilidades para minimizar as consequências da crise e para que o poder não caia na rua”, refere o documento.

No documento o grupo sublinhou que o cumprimento do Acordo de Conakri ou seja a nomeação de um Primeiro-Ministro na base de consenso poderá ser susceptivel de inspirar a confiança à opinião pública nacional e aos parceiros de desenvolvimento do país de modo a ultrapassar a situação de crise politica.

De recordar que o actual Primeiro-Ministro António Artur Silva foi nomeado nas funções no passado dia 30 de Janeiro último fora do quadro de Acordo de Conakri e que até então não constituiu o seu governo.

Publicidade