Guiné-Bissau: Ministério doa materiais de trabalho aos órgãos de informação públicos

0

O Ministério da Comunicação Social doou hoje aos órgãos de comunicação social estatal, nomeadamente a Agência de Notícias, o Jornal Nô Pintcha, a Radiodifusão Nacional e a TGB, um lote de computadores e assessórios e duas ambulâncias  para transporte de pessoal .

Falando na ocasião da entrega dos respectivos equipamentos, o ministro da Comunicação Social agradeceu ao Chefe do Governo pelo empenho que permitiu melhorar as condições laborais dos órgãos públicos da comunicação social.

Victor Pereira estendeu os agradecimentos ao ministro de Estado e do Interior, Botche Candé pela pronta colaboração que possibilitou a aquisição de 12 computadores e impressoras , que já haviam sido entregues aos órgãos, e as referidas duas viaturas.

 “Também reconheço o papel do ministério das Finanças e da Função Pública que ao longo destes tempos têm vindo a ajudar para a satisfação das reivindicações”, disse  salientando  que o fornecimento de materiais de básicos indispensáveis  ao normal funcionamento dos órgãos  não deveria ser uma exigência dos sindicatos ao ponto de os lavar à greve, mas sim uma obrigação do patronato.

O governante afirmou que a entrega dos materiais mostra o compromisso do Governo em melhorar a qualidade dos serviços prestados ao público, tendo agradecido a cooperação com a Igreja “Mana”, que tem vindo a apoiar com materiais principalmente para a TGB, desde câmaras de filmagens, tripes, ilhas de montagens, entre outros.

Victor Pereira salientou que graças a estas parcerias a Televisão da Guiné-Bissau funciona vinte e quatro sobre vinte e quatro horas por dia.

Em nome dos directores dos quatro órgãos da Comunicação Social do Estado, o Director-Geral da ANG, salvador Gomes enalteceu  o empenho do  Governo frisando que está com a esperança de que a iniciativa vai continuar.

“Por isso, peço  aos sindicatos para daqui para a frente se zelassem para o cumprimento das obrigações laborais, e compreenderem que a satisfação de algumas reivindicações não dependem do Ministério, pelo que não devem ser objeto de nova greve”, disse Gomes

Quanto a  efetivação do pessoal por exemplo, segundo Salvador Gomes,  os Diretores-gerais são os primeiros interessados, “porque é essa gente que está a aguentar as redações dos órgãos”.

Por seu turno, o porta-voz dos sindicatos de base dos órgãos públicos, Francisco Indeque disse que foi cumprida uma parte das reivindicações, salientando que ainda há aspectos que constam no memorando do entendimento assinado entre as partes que falta ser cumpridos.

“Os materiais vão nos permitir fazer o nosso trabalho e estamos abertos porque pensamos que o governo vai continuar com este espírito. Até ao fim do ano pode-se cumprir, não vamos dizer cem por cento do acordo mais pelo menos noventa. Estamos gratos e a nossa solidariedade e colaboração e total “, disse.

No total, a ANG recebeu sete computadores e uma impressora, o jornal Nò Pintcha recebeu igualmente os mesmos equipamentos enquanto que a radiodifusão recebe uma ambulância para transporte do pessoal e cinco computadores e uma impressora e a TGB – uma ambulância, três computadores e vários outros equipamentos.

Publicidade