O Administrador da Empresa Petrolífera (Petromar) anunciou hoje a chegada de 76 mil litros de gasolina ao país, para atenuar as dificuldades com que os motoristas se deparam devido a rotura do stock desse combustível, que se verifica desde semana passada na maioria das estações de abastecimento.

Contactada pela Agência de Notícias da Guiné ANG para falar sobre a falta de gasolina nas estações de abastecimento da Petromar no país, Jorge Manuel Almeida referiu que os primeiros camiões cisternas da gasolina chegaram quinta- feira ao país proveniente do Senegal.

“Os combustíveis agora chegam ao país via terrestre. Esperamos que chegue mais camiões, mas isso depende do tempo, ou seja, se não chover tendo em conta as péssimas condições das estradas”, disse o administrador da Petromar.

Jorge Manuel Almeida revelou que a empresa recomendou na totalidade cerca de 900 milhões de litros de combustíveis.

O país está com défice de gasolina há quase uma semana e em consequência disso os preços por cada litro subiram de 650 francos para 750 nas estações de abastecimento e 1.500 francos CFA nas mãos dos comerciantes ambulantes.

Em entrevista a Rádio Capital, Mama Samba Lamba, proprietário da empresa Roterbi que actua na área de combustível, disse que a rotura do stock de gasolina está relacionada à dificuldades de importação de combustíveis via marítima devido aos trabalhos de reparação em curso na ponte do porto de descarga de combustível situado no Alto Bandim.

Segundo Lamba, prevê-se que a situação de escassez prevaleça por, pelo menos, três meses. O empresário referiu que o Senegal só permite a saída da quantidade de combustível que não põe em causa o abastecimento interno senegalês.

Publicidade