Guiné-Bissau: Polémica entre Federação, Governo e FIFA

0

Vinte e sete clubes e algumas associações filiadas no organismo que rege o futebol guineense exigiram a renúncia de Manuel Lopes do cargo, estando já marcado para setembro um congresso ordinário do organismo.

A diretora-geral do Desporto guineense, Conceição Évora confirmou hoje à agência Lusa que a secretária-geral da FIFA, Fatma Samoura, de nacionalidade senegalesa, com quem se reuniu na semana passada, numa conferência mundial sobre o futebol na Rússia, lhe garantiu que enquanto persistirem os problemas na federação não haverá apoios para a Guiné-Bissau.

A responsável não especificou de que problema a dirigente da FIFA se estava a referir.

O dirigente da federação guineense Mamasaliu Baldé desmentiu as palavras da diretora-geral e anunciou que a instituição vai encviar uma carta ao presidente da FIFA, Gianni Infantino, para confirmar as palavras de Fatma Samoura.

Mamasaliu Baldé indicou que as relações entre a FIFA e a federação guineense “são excelentes”, acrescentando que isso se prova com os apoios financeiros que a sua instituição voltou a receber nos últimos meses, depois de mais de dois anos de interregno.

Publicidade