O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, expressou esta orgulho, como português, em ver Portugal “na linha da frente” no combate às alterações climáticas e também em matéria de migrações e refugiados.

“É para mim, como português, um motivo de particular orgulho ver que Portugal tem estado na linha da frente, quer em matéria de alterações climáticas, questão central do nosso tempo, quer em algo que me é particularmente querido, até pelo que fiz como Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados”, afirmou.

No final de um encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no seu gabinete nas Nações Unidas, em Nova Iorque, António Guterres elogiou também “a coragem, a eficácia e a extrema importância do contingente português na República Centro-Africana”.

Publicidade