Depois do desaire por 2-0 em Madrid, Ronaldo, que só tinha um golo na presente edição da ‘Champions’, apontou três aos ‘colchoneros’, os dois primeiros de cabeça, aos 27 e 48 minutos, e o último de grande penalidade, aos 86.

Cristiano Ronaldo passou a contar 25 golos em 33 jogos com o Atlético de Madrid e 124 na Liga dos Campeões, em 159 encontros, reforçando o estatuto de melhor marcador da história da competição.

A Juventus, que só venceu por duas vezes a prova (1984/85 e 1995/96), junta-se nos quartos de final a FC Porto, Tottenham, Ajax, Manchester United e Manchester City.

Publicidade