“Em dezembro de 2019, a taxa de desemprego situou-se em 6,7%, valor igual ao do mês anterior e superior em 0,2 pontos percentuais ao de três meses antes e em 0,1 pontos percentuais ao do mesmo mês de 2018”, refere o INE.

Aquele valor representa uma revisão em baixa de 0,2 pontos percentuais face à estimativa provisória divulgada há um mês.

Comparando com o mês precedente, acrescenta o INE, a população desempregada aumentou 1,3 mil pessoas (0,4%) e a população empregada diminuiu 9,4 mil pessoas (0,2%).

Para janeiro, segundo o INE, a estimativa provisória da taxa de desemprego de janeiro de 2020 é 6,9%, tendo aumentado 0,2 pontos percentuais em relação ao mês anterior.

A população desempregada — cuja estimativa provisória foi de 358,6 mil pessoas — registou um acréscimo de 2,6% (9,2 mil) em relação ao mês anterior (dezembro de 2019), de 6,1% (20,7 mil) relativamente a três meses antes (outubro de 2019) e de 5,4% (18,2 mil) por comparação com o mês homólogo de 2019.

A taxa de desemprego dos jovens foi estimada em 19,3%, o que representa uma subida de 0,7 pontos percentuais em relação a dezembro.

A taxa de desemprego dos adultos, por sua vez, foi estimada em 5,9%, o que corresponde a um aumento de 0,1 pontos percentuais relativamente a dezembro.

Publicidade