Isabel Neto, de 27 anos, representante de Angola, é a nova Miss CPLP 2019, anunciou hoje a organização.

Isabel Neto foi coroada no dia 25, no Casino Estoril, em Portugal, pela Miss CPLP 2017, a jovem cabo-verdiana Cristilene Pimenta.

“A estudante do 4º ano de Medicina, na Universidade Privada de Angola, apresentou todos os requisitos e parâmetros necessários e válidos a fim de concorrer com as demais finalistas na corrida ao Título de MISS CPLP 2019”, lê-se na página da organização.

Nesta quinta edição, cada candidata apresentou um projecto social, mas foi o desta jovem, natural de Kuando-Kubango, que convenceu o corpo de jurado.

Isabel Neto apresentou o seu projeto social com o qual propõe desenvolver ações de apoio a crianças desfavorecidas na sociedade.

Entre as doze finalistas, a representante do Brasil, Aliny Souza Benvindo, foi eleita 1ª dama de honor, enquanto Ana Sofia Ferreira, de Cabo Verde, conquistou o título de 2ª dama de honor.

De acordo com o site da organização, o concurso Miss CPLP é uma iniciativa de cidadania para a cidadania, com carácter intercultural, baseada no intercâmbio de conhecimentos através das participações das candidatas representantes dos países participantes.

É organizado em parceria com a INPortugal e visa criar oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional para mulheres de língua portuguesa espalhadas pelo mundo. O desafio passa pela apresentação de projectos de carácter “inovador, simples, exequíveis e de interesse para a sociedade”.

Segundo a mesma fonte, a INPortugal Business Magazine vai apoiar estas mulheres, oferecendo à vencedora a possibilidade de desenvolver o seu negócio e projeto de empreendedorismo enquanto actua como um modelo exemplo na sua comunidade, e ajudando outras mulheres a crescer no seu projeto de vida.

Publicidade