A chegada de João Lourenço à Assembleia Nacional, em Luanda, está marcada para as 10:50, devendo a abertura da reunião plenária solene da 3.ª sessão legislativa da IV Legislatura acontecer pelas 11:00 (a mesma hora em Lisboa).

João Lourenço dirige a sua mensagem sobre o Estado da Nação ao país, logo após a abertura da sessão pelo Presidente da Assembleia Nacional Fernando Dias dos Santos.

Um grupo de jovens ativistas contra o desemprego promete levar as suas reivindicações até à porta da Assembleia Nacional, à mesma hora.

O movimento contesta as políticas públicas de empregabilidade e quer exigir ao chefe de Estado o cumprimento da promessa eleitoral de criação de 500 mil empregos.

A manifestação deverá ser frustrada pela Polícia Nacional que já avisou que vai recorrer a “toda a legitimidade para garantir que não haja perturbação da ordem e tranquilidade públicas”.

A lei angolana determina que só podem realizar-se cortejos e desfiles após as 19:00, nos dias úteis, e impõe aos manifestantes uma distância mínima de 100 metros dos órgãos de soberania, como a Assembleia Nacional.

Publicidade