“A nossa solidariedade vai para as famílias angolanas vítimas das enchentes, resultantes das chuvas que ontem se abateram sobre algumas cidades e localidades do país, com particular violência sobre Luanda”, escreveu hoje o chefe do executivo angolano na sua conta do Twitter.

João Lourenço assegurou que “todo apoio será prestado pelas autoridades”.

Segundo a Comissão Provincial de Proteção Civil de Luanda as inundações que assolaram a capital angolana no sábado fizeram uma vítima mortal, uma criança de sete anos arrastada pela corrente de água em Viana.

Além da vítima mortal, 208 casas ficaram inundadas e 250 famílias estão desalojadas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAMET) prevê chuvas intensas para Luanda na próxima semana, levando o Governo Provincial de Luanda a apelar à população que reside em zonas de risco a prevenir-se e não depositar o lixo nas valetas.

Publicidade