Os EUA e a UE chegaram a um “acordo”, indicou Juncker, enquanto Trump avançou que as duas partes queriam avançar para “zero taxas alfandegárias” nas suas trocas industriais, exceção feita ao setor automóvel.

A UE vai aumentar “imediatamente” as suas importações de soja provenientes dos EUA, congratulou-se Trump, que prometeu rever a questão das taxas alfandegárias que os EUA estão a aplicar ao aço e alumínio europeus.

Ainda segundo Trump, que anunciou a criação “imediata” de um grupo de trabalho, as relações entre Washington e Bruxelas entraram em “uma nova fase”.

Publicidade