Golos dos argentinos Dybala, aos quatro minutos, e do suplente Higuaín, aos 80, anularam um tento do também argentino Lautaro Martínez, que tinha feito o empate de penálti, aos 18, e deram à ‘Juve’, campeã em título, a liderança, agora com 19 pontos, mais um que o Inter de Milão, que perdeu os primeiros pontos depois de seis vitórias seguidas.

Num jogo disputado a um ritmo muito elevado e com várias oportunidades de golo de parte a parte, a parceria de Dybala e Cristiano Ronaldo, que deram azo a várias jogadas de perigo para a formação de Turim, acabou por ameaçar alargar o resultado logo nos primeiros 10 minutos.

Depois do golo do argentino, num remate cruzado, Ronaldo atirou ao ‘ferro’, mas uma mão na área do holandês De Ligt deu a oportunidade à equipa da casa de empatar a partida, com Martínez a não desperdiçar.

Mais tarde, aos 40 minutos, Ronaldo e Dybala combinaram e o português marcou, mas o golo foi invalidado por fora de jogo do argentino, com a segunda parte a trazer uma toada de igual intensidade e equilíbrio.

O substituto Higuaín, que tinha entrado aos 62 minutos para o lugar de Bernardeschi, acabou por decidir o encontro, após uma combinação do argentino com Bentancur, que assistiu o compatriota para o 2-1 final.

Antes, o Nápoles empatou sem golos em casa do Torino e falhou a aproximação à liderança, seguindo no quarto lugar com 13 pontos, mais um do que a Roma de Paulo Fonseca, que hoje também empatou, com o Cagliari, e é quinta.

Por outro lado, a Atalanta venceu por 3-1 o Lecce e segue em terceiro, com 16 pontos.

Publicidade