Afastados há quatro anos, período durante o qual, cada integrante do grupo abraçou a carreira a solo, Nagrelha, Bruno King e Andeloy (Lambas) regressam aos palcos reconciliados num espetáculo “memorável”, tendo em conta a adesão do público e organização “nota dez” da promotora Sambi Eventos.

No espetáculo, foram interpretados “Rebenta”, “Dança da Vassoura”, “Barulho”, “O Quatro”, “Aguenta”, “Dança dos Lambas”, “Provou e gostou” e o sucesso “Comboio”, bem como temas dos discos “Nunca é Tarde”, de Bruno King, e “Arquiteto da Paz”, de Nagrelha.

O trio abriu e encerrou o espetáculo com o tema “Comboio”, num palco montado de forma oval com o ecrã gigante, instalado por trás, que projetava imagens da trajetória do grupo.

Apesar de estar de pé, várias horas, o público não demonstrou sinais de cansaço, mas sim uma vontade enorme de fazer parte do momento de reconciliação entre Nagrelha, Bruno King e Andeloy.

Fruto da popularidade dos Lambas, o local do espetáculo e as zonas adjacentes ficaram praticamente intransitáveis, o que obrigou os agentes da Polícia Nacional e do Corpo de Bombeiro destacados no local a redobrarem esforços para orientarem dos transeuntes, para evitar o caos.

O Estádio dos Coqueiros esteve totalmente lotado, fazendo recordar os grandes clássicos de futebol entre Petro de Luanda e 1º de Agosto. A trajectória artística do grupo, ao longo desses 18 anos, fala por si mesmo. E a prova disso é a legião de fãs vinda de todas as partes de Luanda para assistir ao espetáculo.

A entrada triunfal do grupo em palco, por volta das 21h15, foi motivo de gritos e assobios. A ansiedade e o tempo de espera do grande momento “consumia” os fãs que, em uníssono, chamavam pelo grupo: “Queremos os Lambas, queremos os Lambas…”. Antes, o momento foi reservado à música ambiente e às atuações dos bailarinos Menino de Rua e Peti Estraga, sempre com suporte musical do Dj Didinho “El maestro” e animação do apresentador Rei Diz. Entre os vários convidados, estiveram Noite e Dia, Yuri da Cunha, Yannick Afroman, Os Xtrubantu, Os Tuneza, Jay Pelado, Gatuso, Godzila, Bebo Clone, Puto Prata.

Publicidade