O helicóptero do empresário tailandês, de 60 anos, despenhou-se e incendiou-se pouco depois de descolar do relvado do estádio King Power, em Leicester, que tem o nome da sua cadeia duty-free. O clube não avançou o nome das outras quatro vítimas.

Vichai comprou o Leicester por 39 milhões de libras (43,9 milhões de euros) em 2010, quando estava no campeonato da segunda divisão e financiou a revitalização, que atingiu o pico ganhando de uma forma improvável a Premier League inglesa em 2016.

A equipa da Inglaterra central agora é avaliada pela Forbes em 371 milhões de libras (417 milhões de euros).

Numa declaração pública, o Leicester afirma que “o mundo perdeu um grande homem. Um homem de bondade, generosidade e um homem cuja vida foi definida pelo amor que ele dedicou à sua família e aos que ele liderou com tanto sucesso”.

 

Vichai Srivaddhanaprabha ganhou popularidade no mundo do futebol, ao elevar o estatuto do Leicester de um clube da segunda divisão a campeão inglês, em 2015/16.

Dezenas de ramos de flores, uma foto de uma raposa – o símbolo do clube -, lenços azuis e brancos e uma representação do deus hindu Ganesh estavam entre os objetos depositados nas imediações do estádio, onde se despenhou o helicóptero, no sábado.

Publicidade