O antigo líder parlamentar Luís Montenegro anunciou esta quarta-feira que será candidato à liderança do PSD nas próximas eleições diretas, e desafiou o atual presidente do partido, Rui Rio, a também concorrer.

“Cada um de nós tem de assumir as suas responsabilidades, eu vou assumir as minhas. Eu serei candidato nas próximas eleições diretas por uma questão de coerência e convicção e gostava muito que o dr. Rui Rio também também pudesse ser candidato”, afirmou Montenegro, em entrevista à SIC.

O PSD foi um dos derrotados das eleições legislativas do passado domingo em Portugal, que tiveram como força mais votada o Partido Socialista (PS), cujo líder, António Costa, foi indigitado terça-feira para o cargo de primeiro-ministro.

Os críticos da liderança de Rui Rio consideram que o atual presidente do PSD não tem conseguido fazer oposição ao Governo do PS, que desde 2015 está no poder, apesar de minoritário no Parlamento.

A solução que o PS encontrou no final de 2015 para governar passou por acordos com os partidos à sua esquerda (Bloco de Esquerda e PCP) para viabilizar a governação durante quatro anos.

Rui Rio, atual líder do PSD, recusou-se a reconhecer o resultado de domingo como uma derrota, antes considerando que a votação social-democrata só não foi melhor devido ao efeito das sondagens e a uma alegada campanha de alguns meios de comunicação social para o prejudicar.

Publicidade