O primeiro chefe do Executivo de Macau elogia a implementação da Lei Básica na região, numa entrevista à imprensa estatal chinesa, que está a usar o aniversário da transição para credibilizar a fórmula ‘um país, dois sistemas’.

“Os residentes de Macau de todas as idades têm uma compreensão completa e precisa da Lei Básica [miniconstituição de Macau] e da Constituição nacional, o que levou à implementação sem contratempos da fórmula ‘um país, dois sistemas’ com características de Macau”, afirmou Edmundo Ho, em entrevista à agência noticiosa oficial Xinhua.

Apontando a melhoria nos índices económicos, sociais ou de segurança da região, Ho concluiu que “Macau não teria alcançado essas conquistas sem o forte apoio do Governo central, as suas políticas e os esforços dos residentes locais”.

Publicidade