Este novo sistema vai permitir o envio de alertas via sms aos turistas, assim que a direção dos Serviços de Turismo receber estimativas da polícia sobre o fluxo turístico em pontos nevrálgicos da cidade, em tempo real.

A semana dourada (04 a 10 de fevereiro) servirá de teste para o lançamento de três projetos, previstos para este ano, em parceria com grupo Alibaba, na área do turismo: plataforma de trocas de dados do turismo, aplicação de observação dos visitantes e aplicação do fluxo de visitantes.

A monitorização é feita em várias áreas, como na saída e entrada dos postos fronteiriços e em 20 locais turísticos, explicaram as autoridades aquando do lançamento do projeto.

O Governo de Macau e o grupo Alibaba assinaram um acordo-quadro, em agosto de 2017, que prevê o estabelecimento de um centro de computação em nuvem (conjunto de servidores remotos alojados na Internet para armazenar, gerir e processar dados em vez dos servidores locais ou de computadores pessoais) e de uma plataforma de megadados para melhorar a eficiência em áreas como transportes, turismo, saúde, administração e segurança.

Com pouco mais de 30 quilómetros quadrados e uma das maiores densidades populacionais do mundo, o território recebeu, em 2018, mais de 35 milhões de visitantes.

Os responsáveis do turismo de Macau e da província vizinha de Guangdong vão aumentar a cooperação e a partilha de informações, durante a próxima semana, “para assegurar o funcionamento dos trabalhos de acolhimento dos visitantes”, sublinharam as autoridades de Macau em comunicado.

Publicidade