O embaixador de Angola, João dos Santos, que liderou a representação institucional que participou no encontro, considerou o concurso para as concessões mineiras uma “oportunidade ímpar”, apelando ao investimento.

O diplomata considerou que a realização do encontro na capital chinesa está relacionado com os entendimentos alcançados entre os Presidentes João Lourenço e Xi Jinping no domínio das trocas comerciais bilaterais.

João dos Santos anunciou aos investidores as medidas adotadas pelo Governo para de melhorar o ambiente de negócios para atrair o investimento estrangeiro para a exploração de recursos naturais, o que tem estado a aumentar a confiança no mercado angolano.
Com a melhoria do ambiente de negócios, declarou, o Executivo pretende reduzir a dependência do petróleo, principal produto de exportação, a promover a aposta noutros sectores da atividade económica.

O roadshow iniciou às 9h00 de Pequim (2h00 de Luanda) e sucede a de Luanda (27 Agosto) e Dubai (10 Setembro), antes da de Londres (20) e Nova Iorque (30).

Publicidade