O príncipe Harry rebateu uma jornalista e comparou sua mãe, Lady Di, à sua mulher, Meghan Markle, durante visita a um centro de saúde no Malawi, na África. O filho caçula do príncipe Charles está em viagem missionária com a mulher e o filho, Archie, de quase 5 meses, desde setembro. O mal-estar entre Harry e uma repórter da Sky News começou depois que a jornalista fez uma pergunta que não estava prevista. “Perdi minha mãe e agora vejo minha esposa sendo vítima das mesmas forças poderosas”, disparou o marido da atriz em nota oficial. Lady Di morreu em 1997 após grave acidente de carro em Paris (França) ao ser perseguida por paparazzo.

‘Campanha implacável’, classificou Harry ao defender a mulher

No comunicado, o irmão do príncipe William citou ainda a gravidez de Meghan e o nascimento de Archie, a quem já foi comparado pela semelhança. “Infelizmente, minha mulher se tornou uma das mais recentes vítimas de uma imprensa britânica de tabloides que realiza campanhas contra indivíduos sem pensar nas consequências – uma campanha implacável que se intensificou ao longo do ano passado, durante a gravidez e ao criar nosso filho recém-nascido”, afirmou. Logo após o filho vir ao mundo, Harry e Meghan dispensaram as tradições da família real britânica, em uma inédita quebra de protocolo. Porém, no batizado do menino seguiram o que é de praxe.

‘Assédio moral assusta e silencia’, afirmou Harry

Ainda na nota, o sexto membro na linha de sucessão ao trono (atrás do pai, do irmão e dos três sobrinhos), reforçou seu temor. “Meu medo mais profundo é ver a história se repetindo. Vi o que acontece quando alguém que eu amo é comoditizado a ponto de não ser mais tratado ou visto como uma pessoa real”, afirmou ele, vitorioso em processo por invasão de privacidade. Harry destacou a importância da liberdade de imprensa, contudo fez uma ressalva. “Chega um momento em que a única coisa a fazer é enfrentar esse comportamento, porque destrói as pessoas e destrói vidas. Simplificando, é o assédio moral que assusta e silencia as pessoas. Todos sabemos que isso não é aceitável, em nenhum nível. Não acreditamos e não podemos acreditar em um mundo onde não há responsabilidade por isso”, frisou.

Harry e Meghan abriram processo contra jornal

Responsável por jornais e sites britânicos, a Mail e a Associated Newspapers está envolvida em processo movido pelo casal. Harry e Meghan decidiram acionar a Justiça contra a empresa depois que uma carta dela enviada ao pai acabou sendo divulgada pela mídia. “Eeles propositadamente enganaram você ao omitir estrategicamente parágrafos selecionados, sentenças específicas e até palavras singulares para mascarar as mentiras que haviam perpetuado por mais de um ano”, alegou o filho de Diana e Charles.

Publicidade