Microsoft é criticada após oferecer computador a ganês que ensina informática usando quadro negro

Após imagem do professor viralizar, empresa ofereceu presente, mas foi questionada

0
Alunos de Gana têm aula da plataforma Microsoft Word no quadro – Reprodução/Facebook

A imagem de um professor de tecnologia da informação usando um quadro-negro para dar aulas percorreu o mundo, comovendo internautas. Sem computador em sala, o educador Owura Kwadwo aparece desenhando a interface de um equipamento para ensinar as funcionalidades a seus estudantes, na cidade de Kumasi, em Gana, na África.

A cena chegou ao conhecimento da Microsoft via redes sociais, e a empresa informou que daria um computador ao professor. A multinacional, porém, acabou sendo questionada por muitos usuários de redes sociais, para quem a oferta da empresa era muito limitada.

Foi o próprio Kwadwo que publicou a imagem no Facebook, junto com o texto: “Ensinar ICT em escola de Gana é muito divertido. ICT no quadro. Eu amo meus alunos, então eu preciso fazer o que vai fazê-los entender o que estou ensinando”. No post, ele colocou também a hashtag #professorcomprometido. A publicação teve mais de dois mil compartilhamentos e 4,6 mil curtidas até a manhã desta quinta-feira.

Empreendedora do ramo digital, Rebecca Enonchong se emocionou com a história do professor e dos alunos e apelou por ajuda à gigante de tecnologia Microsoft. “Com certeza vocês podem dar alguns recursos adequados (para o ensino)”, destacou a usuária. Em resposta, a multinacional informou que iria equipar Owura Kwadwo com um dispositivo eletrônico de um de seus parceiros e daria ao ganês acesso a programas de desenvolvimento de educadores, em sua estratégia de promover a transformação digital na educação.

A iniciativa da empresa foi elogiada por parte dos internautas, mas muitos deles criticaram dizendo que apenas um computador era insuficiente para aprimorar o aprendizado na escola.

“Um computador? Sério?”, questionou um usuário. “Apenas um dispositivo, Microsoft Africa? Eu sei que vocês podem fazer MUITO mais que isso. Olá, Bill Gates?”, destacou outro internauta, que marcou o perfil do cofundador da empresa na mensagem e pediu propostas de concorrentes, como a Apple.

Outros usuários ressaltaram que o ideal seria equipar a instituição de ensino não só com os dispositivos eletrônicos e programas, mas com um sistema de energia elétrica e acesso à internet apropriados.

Professor dá aulas de tecnologia e comunicação sem computador – Reprodução/Facebook

Segundo o jornal “Quartz Africa”, o nome de batismo do professor é Richard Appiah Akoto, que se identifica pelo apelido Owura Kwadwo. Em entrevista, o ganês explicou que a escola não possui computadores desde 2011 apesar da obrigação de os alunos passarem por uma prova de ICT para avançar ao Ensino Médio do país.

“Esta não é a primeira vez (que desenho) nisso. Faço isso toda vez que estou em uma classe de aula”, destacou o professor.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here