O relatório irá analisar a regulamentação nos aspetos de abertura de negócios, registo de propriedade, comércio internacional e execução de contratos, refere um comunicado do Banco Mundial.

Os resultados do estudo vão ser lançados no primeiro trimestre de 2019.

Publicidade