Moçambique: Cresce nível vulnerabilidade da mulher nos centros urbanos

0

A província de Nampula, na região norte do país, continua a registar um número preocupante de mulheres que vivem nos principais centros urbanos em situação de vulnerabilidade.

A informação foi prestada a AIM em Nampula pela directora provincial do Género, Criança e Acção Social, Maria da Glória Siaca.

A baixa escolaridade e falta de habilidades profissionais dificultam a sua inserção no mercado de emprego formal o que acentua a sua pobreza. “O que temos feito é interessar as mulheres em projectos onde podem ter lucros em pouco tempo, e de Janeiro até agora formamos membros de 100 associações femininas”, explicou a directora.

Segundo a fonte, muitas dessas mulheres são chefes de família e tem muitos filhos o que as deixa muito pressionadas.

No sentido inverso, referiu, que as mulheres que vivem nas zonas rurais tem maior estabilidade porque estão envolvidas na agricultura e nas pescas o que lhes garante alimentação e rendimento.

“Elas passam por menos dificuldades porque o esforço que fazem tem recompensa, e para estas desenhamos projectos de gestão, para que possam ter melhor aproveitamento”, palavras de Maria da Gloria Siaca.

A província de Nampula é a mais populosa de Moçambique e, segundo as estatísticas, tem 5.200 mil habitantes, 51 por cento dos quais são mulheres.

Publicidade