Concertos antecedem as intervenções políticas nas principais ações de campanha do partido no poder, Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), no centro do país, as únicas com tal aparato.

Jovens aspirantes a deputados, a maioria universitários ligados à ala juvenil do partido, e diversos músicos agitam os chamados ‘showmícios’, não raras vezes fortalecidos pela presença de funcionários públicos.

Entre gritos de vitória antecipada, ampliados por vuvuzelas, e o refrão do hino de campanha do partido, interpretado em língua sena por jovens locais, a multidão alinha-se sob o comando de um responsável pela campanha.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here