As empresas receberam formação em matérias de financiamento, empreendedorismo, gestão de negócios e contabilidade, segundo fonte do Ipeme, citada hoje pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

A formação incidiu principalmente em quatro províncias, nomeadamente Sofala, Manica e Zambézia, no centro de Moçambique, e Maputo, no sul do país.

Só em Maputo, mais de 485 microempresas foram orientadas em temas como desenvolvimento de planos de negócios, contabilidade, gestão de recursos humanos, gestão de risco, obrigações laborais, compras públicas, normas de qualidade e propriedade industrial..

Além da gestão de agronegócio, durante a formação, a legalização de pequenas e médias empresas também foi tema de destaque.

“Na componente de assistência na área de legalidade foram apoiadas, na formalização, 21 empreendimentos na obtenção de licença simplificada e na elaboração de atividades”, acrescentou a fonte.

Publicidade